©2018 NeuroLiving

  • Diana Luzio Alves

Cuidadoras sanduíche: Saiba como reduzir o cansaço e encontrar tempo para SI




Se gostaria de ser ainda mais produtiva e menos sobrecarregada no final de cada dia, este artigo vai mostrar-lhe como. Este pensamento surge principalmente entre as mães cuidadoras da geração sanduíche... o que não me surpreende de todo. A preocupação com a saúde dos seus pais e o bem-estar dos seus filhos, pode ser muito difícil de lidar. Às vezes, pode parecer impossível gerir tudo. Afinal de contas, você é apenas uma pessoa!


Mas em primeiro lugar... quem são os cuidadores sanduíche?


As mães na “geração sanduíche”, entre 35 e 54 anos, sentem mais stresse do que as de qualquer outra faixa etária, ao equilibrar os exigentes e delicados atos de cuidar de crianças em crescimento e dos seus pais idosos. E enquanto quase dois em cada cinco homens e mulheres nessa faixa etária se sentem sobrecarregados, a pesquisa revela que o número de mulheres que relatam ter experimentado stresse extremo e dizem que administram mal o estresse, é superior ao de homens.


Este stresse não tem implicação apenas nas relações pessoais - 83% dizem que o relacionamento com o cônjuge, filhos e família é a principal fonte de stresse -, mas também no seu próprio bem-estar, enquanto lutam para cuidar melhor de si mesmas!


Sabe quando exigimos bastante de nós próprias e trabalhamos bastantes horas a fio e ininterruptamente, a fadiga tende a acumular-se. E quando nos permitimos descansar, a fadiga vem ao de cima e demoramos mais tempo a recuperar. Ao contrário dos computadores, que foram construídos para trabalhar ininterruptamente por longas horas, com vários programas a correr ao mesmo tempo... Nós, humanos, não fomos criados para funcionar dessa forma. Como o jornalista e escritor Tony Schwartz diz:


"Um corpo crescente de pesquisas sugere que somos mais produtivos quando nos movemos entre períodos de concentração elevada e descanso intermitente".

Por essa razão é tão importante agendarmos tempo para fazermos uma pausa nas nossas atividades, dedicarmos algum tempo ao nosso bem-estar... E há algumas estratégias que lhe quero transmitir para conseguir gerir melhor o seu tempo e dar prioridade às pausas conscientes e, consecutivamente, ter menos cansaço e melhor rendimento. Agora, todas funcionam a 100% para todas as pessoas? É claro que não. Contudo, estas estratégias que estou prestes a partilhar consigo são um ótimo ponto de partida e para ser mais fácil de memorizar criei um acrónimo:



Tome nota!




Importante

Priorize o que importa. Afinal de contas, você é 1 pessoa e há 24 horas por dia e estes dois números não vão mudar! Faça uma lista de todas as coisas que acha que precisam ser feitas e depois priorize-as. O que pode cortar? Como pode minimizar a sua carga de trabalho todos os dias?





Trabalho

Compartilhe o trabalho. Pode lidar com a maioria dos deveres da prestação de cuidados, mas isso não significa que precise de fazer absolutamente tudo sozinha. Pare de se stressar e comece a delegar. Se seus filhos já passaram a fase da pré-escola, pode levá-los a participar de alguma forma e ajudar nas tarefas domésticas. Há cuidadoras que gostam de utilizar a partilha das tarefas domésticas para promover uma maior independência dos filhos. E como os seus filhos aprendem a ajudar mais, o fardo torna-se um pouco mais leve pela parte dos pais.

Se amigos e membros da família não puderem oferecer muita ajuda, analise os tipos de ajuda contratada que pode pagar. Amas, empregadas domésticas e prestadores de cuidados de saúde em casa podem ajudar a tirar uma enorme carga das suas costas, se assim o permitir.





Economize

Economize tempo mantendo a família atualizada. Ser cuidadora geralmente significa que outros membros da família a questionam com solicitações bem-intencionadas de informações, o que apenas acrescenta ainda mais stresse à sua agenda sobrecarregada. A sua irmã quer saber como está a pressão arterial da vossa mãe. O seu primo quer ver fotos dos seus filhos. Se puder fornecer essas atualizações para todos de uma vez, irá reduzir significativamente o seu nível de stresse. Portanto, a ideia é criar um grupo de e-mail para enviar informações escritas, fotografias ou atualizações de saúde; ou usar o Google Drive para criar um documento ou formulário ao qual um determinado conjunto de pessoas tem acesso e pode atualizar. Clique aqui, para aprender a utilizar o Google Drive,





Registo

Quando está sobrecarregada, é fácil concentrar-se no que é negativo. Faça questão de perceber também aspetos positivos e de praticar a Gratidão, mantendo um registo dos bons momentos. Se, por um lado, cuidar de filhos e pais significa ter muito trabalho, por outro, significa que tem uma abundância de amor e momentos especiais na sua vida. Tire fotos e anote as suas lembranças de momentos especiais para que sempre possa orientar os seus pensamentos quando as coisas começarem a parecer difíceis.





Ocupação

Tem um trabalho além das suas responsabilidades de cuidar? Converse com o seu empregador sobre a possibilidade de ter um cronograma mais flexível.





Pausa

Quando reflete sobre quem precisa do quê e quando tenta encaixar tudo, não se esqueça de si mesma e programe o tempo para uma pausa. O que você precisa para evitar sobrecarregar-se? Tempo para banho um pouco mais longo todos os dias, uma ida ao cinema ou uma rotina consistente de exercício? Não deixe que tudo o que precisa de fazer se sobreponha às atividades que sabe que são as mais importantes para si.





Autocuidado

Se não se cuida, não será capaz de cuidar adequadamente dos outros. Simples e claro. O autocuidado pode vir através de muitos formatos, incluindo ter a certeza de que fará exercício, alimentação e sono adequados e consultas médicas regulares.



- O artigo continua após as referências bibliográficas -

Referências bibliográficas:

- American Psychological Association.(2018). Sandwich generation moms feeling the squeeze [online artile]. Disponível em https://www.apa.org

- Hammer, L. B., & Neal, M. B. (2008). Working sandwiched-generation caregivers: Prevalence, characteristics, and outcomes. The Psychologist-Manager Journal, 11(1), 93-112. DOI: http://dx.doi.org/10.1080/10887150801967324

- Schwartz, T. (2010). The Way We're Working Isn't Working: The Four Forgotten Needs That Energize Great Performance. Nova Iorque, EUA: Free Press.


Adoro ouvir o que têm para me dizer.

Quais destas estratégias pode começar a implementar imediatamente? E que estratégias e reflexões a ajudaram a ter mais tempo para si e a reduzir o tempo dedicado à prestação de cuidados, levando a um melhor desempenho e menos desgaste?


Partilhe comigo enviando-me um e-mail ou partilhe comigo e também com outros cuidadores através dos comentários no post do FB deste artigo.


Centenas de pessoas fantásticas vêm aqui todas as semanas para procurar informação e motivação, e a suas partilhas podem ajudar outra pessoa a ter um crescimento significativo.


Obrigada por partilhar o seu coração e a sua experiência e obrigada por tornar este mundo um pouco melhor através da sua prestação de cuidados.




Faça o download gratuito do nosso guia para cuidar melhor e voltar a ter o controle do seu dia-a-dia, clicando na imagem:



"Atender à sua própria saúde física e mental fará com que seja muito mais capaz de Cuidar de quem ama" - Diana Luzio Alves